sábado, 2 de fevereiro de 2013

Fundos recolhidos em Portugal

Na sequência da atual situação económico-social do país, as coisas em Portugal não estão fáceis e, para mim, também não foi fácil promover iniciativas que possibilitassem a recolha de donativos para as crianças do Nepal, sentindo-me constrangida com todo este panorama de desilusão que se espelha nas pessoas em geral. Agradeço ao Casal da Eira Branca, perto de Caldas da Rainha, ao Museu Municipal de Carregal do Sal e à Fundação Lapa do Lobo, no distrito de Viseu, a possibilidade que me deram de aí realizar exposições dos meus trabalhos e ainda, ao Casal da Eira Branca, pela oportunidade que me deu de fazer uma breve apresentação da minha 'Viagem Incógnita' no seu acolhedor espaço.
Fazendo o balanço até à data, consegui recolher apenas cerca de duzentos euros com donativos angariados através de calendários de bolso ou outros pequenos artigos e das obras dos artistas nepaleses. Agradeço a todos os que contribuíram na zona de Caldas da Rainha, Figueira da Foz e Carregal do Sal e em especial às minhas amigas SUSANA VELOSO, TERESA PAULA, OLGA MONTEIRO e CARMO MIGUEL que contribuíram mais significativamente com a aquisição de algumas pinturas.
Os fundos angariados são uma ajuda para a escola da Manisha que, por razões familiares mas também por ser uma ótima aluna, frequenta agora uma 'boarding school' cujo ano letivo paguei na totalidade (cerca de novecentos euros, estando incluído o alojamento, a alimentação e as propinas escolares). Mas nada disto seria possível sem o apoio incondicional dos meus maiores patrocinadores, a quem tudo tenho a agradecer: os meus queridos pais.
Assim, e uma vez que as 'Humanity Mountains' não têm pernas para andar, este blog também fica por aqui pelo menos em relação a este assunto. Continuá-lo-ei no entanto se houver algum 'volte-face', uma mudança na situação. Entretanto darei algumas notícias através do Facebook. Namastê!