segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Hanoi

Por questões familiares, a Hoa teve que se ausentar no domingo. Deixei a casa dela e fui de táxi para um hotel, no centro velho de Hanoi, para onde ela telefonou a reservar um quarto.

Quando chego quem encontro? As duas raparigas que conheci na mini-van em Vientiane, a Martina, da Eslováquia, e a Rachel, australiana. Ambas trabalham na indústria do turismo em Londres; a vida delas é viajar...

Lago Hoan Kiem, no centro de Hanoi


O templo Ngoc Son fica no meio desse lago


O Templo da Literatura

Mausoléu e Museu Ho Chi Minh

Pagoda Dien Huu

Entrada do Palácio Presidencial no Complexo Ho Chi Minh

Aqui deslocamo-nos essencialmente de moto-táxi, é facil e barato... basta regatear o preço que normalmente fica a menos de metade daquilo que pedem; e eles respondem com um sorriso e um piropo, 'smart lady'...

No domingo, depois de jantar, fui ver um espectáculo típico de marionetas na água.

Como havíamos combinado, por termos planos idênticos de viagem nos arredores de Hanoi, hoje encontrei-me com o Mike, o tal rapaz que viajou comigo do Laos para aqui.

Juntos percorremos as ruas de Hanoi, capital do Vietnam. Ficam imagens desta frenética, mas engraçada e muito étnica cidade do norte, situada no centro da planície do delta do rio Vermelho.




Almoçámos neste restaurante de rua super barato. Aqui também se paga às centenas e aos milhares. 10,000 dong não chega a 50 cêntimos. Paguei 30,000 dong pelo almoço...

Os mercados de rua estão cheios de produtos, de comida e de frutos que não conheço...

Outra bela forma de nos deslocarmos, se a distância não for muito grande, é o xich lo, a bicicleta com assento à frente.

Sem stress...



Comprei, comi e é bom mas não sei o que é...

Instalações eléctricas à moda asiática...

Sem comentários:

Enviar um comentário