quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A costa de Andaman

A Tailândia possui um litoral magnífico ao longo da costa oriental do Mar de Andaman salpicada de ilhas com praias reluzentes de areia branca e águas azuis, com cenários impressionantes de uma paisagem cárstica composta por centenas de pilares de pedra calcária e afloramentos rochosos que pontilham o mar e a terra.

Eu e tres amigos de El Salvador, hospedados no mesmo hotel em Koh Lanta, alugámos um 'long tail boat', um barco de cauda longa, típico da zona, que apanhámos na Lanta Old Town, para ir visitar algumas ilhas desta costa. A viagem, com almoço e actividades incluídas, ficou por 900 bahts a cada.

Super simpáticos e bem dispostos, o Antonio e a Alicia.

Na primeira paragem para fazer snorkelling, na ilha Cheuk, fiquei ainda no barco a apanhar coragem...

Mas como podia eu resistir àquela água azulinha?...

Atirei-me para a água com colete de salvação e preparava-me para voltar ao barco quando o Xavier, mergulhador, disse que me ajudava, era fácil...

E, pela mão, lá fui eu ate que percebi o 'mecanismo da coisa', ou seja, respirar só pela boca atraves da máscara e... eureka! Consegui. Foi lindo!!
Que vitória! A minha primeira experiencia de snorkelling, ainda que 'debilitada'...

E seguimos para outros locais, desta vez para a ilha Mook para ir visitar a Gruta de Esmeralda.

Ainda bem que fui sem saber no que me metia pois, se soubesse antes que tínhamos que percorrer um tunel com uns 100 metros que fica por baixo daquelas rochas e que às tantas se torna completamente escuro, sempre dentro de água, sem pé, claro, provavelmente não teria ido...

O guia segurava-me a mão esquerda enquanto iluminava o caminho com uma também débil lanterna e eu ia nadando com o outro braço. O Xavier, o Antonio e a Alicia seguiam ao lado e eu nem cheguei a sentir medo ainda que me tivesse lembrado disso... E consegui! Há quem volte para trás...

E valeu bem a pena porque desembocámos neste cenário deslumbrante, uma praia que fica dentro da ilha, rodeada por uma pequena floresta que nasce das rochas e que só tem acesso pela gruta. Era aqui que os piratas escondiam tesouros... Pudera!

Atenção: Estas duas imagens são retiradas da net, só para terem uma ideia, pois eu não tenho máquina à prova de água.



Gostei muito de conhecer e conversar com a Alicia. Ela esteve tres meses a trabalhar em Londres e vai agora regressar a Miami onde vive presentemente. O Antonio e o Xavier irão continuar na Austrália a sua viagem que já dura há 10 meses.

Depois do almoço servido a bordo, fomos para a ilha Ngai onde fizemos umas horas de praia...

Mas que praia!

Agua quentinha, cristalina, tranquila.

Dirigi-me para a água e saí de lá já engelhada quando o barco nos veio buscar...

Para quem, às vezes, se esquece de fazer ginástica ao braço, este dia não foi um deles.

E para quem o grande desejo é encontrar os companheiros certos na viagem este dia foi, com certeza, mais um deles.

Nessa noite jantámos juntos e não os tornei a ver. Eles seguiam para norte e eu saí ainda mais cedo... Fiquei fã das ilhas e do snorkelling!

2 comentários:

  1. Bem, depois de ver essas praias as das Caraíbas desceram no top.

    ResponderEliminar
  2. Há mais! E a minha máquina não é de qualidade...

    ResponderEliminar